Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Comissão Municipal de Defesa da Floresta


Responsável político
  • » Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto

Atribuições
A Comissão Municipal de Defesa da Floresta contribui para estabelecer a necessária relação de proximidade entre os níveis municipal, distrital e nacional, para potenciar os recursos para uma adequada intervenção nas diversas operações de actuação e para implementar uma adequada cultura logística. A Comissão Municipal de Defesa da Floresta tem como competências, entre outras:
  • » Articular a atuação dos organismos com competências em matéria de defesa da floresta na área concelhia;
  • » Elaborar o Plano de Defesa da Floresta Contra Incêndios concelhio;
  • » Elaborar anualmente o Plano Operacional Municipal;
  • » Avaliar e propor ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas projetos de investimento de prevenção e proteção da floresta contra incêndios;
  • » Acompanhar o desenvolvimento dos programas de controlo de agentes bióticos;
  • » Desenvolver ações de sensibilização da população;
  • » Colaborar na divulgação de avisos às populações;
  • » Avaliar os planos de fogo controlado que forem apresentados pelas entidades proponentes;
  • » Emitir, quando solicitado, parecer sobre os programas nacionais de defesa da floresta.

Composição
  • » Francisco Luís Teixeira Alves - Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto;
  • » Eng.º Hélio Luís Vaz Leite - Representante das Juntas de Freguesia na Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto;
  • » Representante do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas - ICNF;
  • » Representante do Comando dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses;
  • » Representante do Destacamento Territorial da GNR de Guimarães;
  • » Representante das Organizações de Produtores Florestais concelhias;
  • » Representante dos conselhos diretivos das unidades de Baldios concelhios;
  • » Comandante da Guarda Nacional Republicana de Cabeceiras de Basto;
  • » Representante do Regimento de Cavalaria 6 de Braga;
  • » Comandante Operacional Municipal de Cabeceiras de Basto;
  • » Representante da Associação de Desenvolvimento Rural Mútua de Seguros e Multiserviços Mútua de Basto/Norte;
  • » Representante da Cooperativa de Desenvolvimento Agro-Florestal de Basto - Rural Basto;
  • » Representante da Associação de Defesa da Floresta do Minho;
  • » Eng.º Luís Filipe Lopes;
  • » Dr.ª Odete Afonso;
  • » Sr. Avelino Dias;
  • » Sr. Manuel Martins Pereira;
  • » Sr. João Gonçalves de Almeida Barreto;
  • » Eng.º David Luís Magalhães;
  • » Eng.º Joaquim Magalhães;
  • » Sr. Francisco Gonçalves Barros.

Plano Operacional Municipal 2017

A operacionalização do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI), em particular para as acções de vigilância, detecção, fiscalização, 1.a intervenção, combate, rescaldo e vigilância pós-incêndio, concretiza-se através de um Plano Operacional Municipal (POM), que particulariza a execução destas acções.

O POM permite ainda estabelecer de forma coordenada o envolvimento das entidades intervenientes naquelas acções e apoiar a actuação da Comissão Municipal de Defesa da Floresta (CMDF).

Para a prossecução daqueles objectivos procedeu-se:
» Inventariação dos meios e recursos existentes;
» Identificação todos os sistemas vigilância/deteção, responsabilidades, procedimentos e objetivos;
» Definição dos procedimentos de mobilização de meios para cada nível de alerta;
» Elaboração de cartografia de apoio à decisão operacional.

Plano Operacional Municipal 2017

[Formato . pdf - 1287 KB]
Scroll