Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Câmara inaugura Balneários no Polidesportivo de Basto (Sta Senhorinha)

Investimento global da Câmara Municipal na ordem dos 65 mil euros

9 de setembro de 2013
Câmara inaugura Balneários no Polidesportivo de Basto (Sta Senhorinha)
O presidente da Câmara Municipal, Engº Joaquim Barreto e o presidente da Junta de Freguesia, Profº José Joaquim Oliveira, demais autarcas do município e da freguesia, assim como, técnicos, dirigentes associativos e população em geral, procederam no sábado, dia 7 de setembro, à inauguração dos Balneários do Polidesportivo de Basto.
Trata-se de uma nova infra-estrutura construída em terreno acoplado ao Polidesportivo que cojuntamente, representam ali um investimento global da Câmara Municipal na ordem dos 65 mil euros.

Localizados num local central da freguesia a construção dos balneários resulta assim de um desafio lançado pela Junta de Freguesia de Basto aquando da inauguração do Polidesportivo em agosto de 2012, que agora passa a estar dotado de uma nova valência que veio satisfazer esta pretensão dos autarcas da freguesia e do município, bem como, das associações locais e da população, sobretudo das camadas mais jovens que doravante dispõem de um espaço adequado para a prática desportiva, já que além dos balneários, este Polidesportivo possuí também relva sintética e iluminação.

De referir que estes equipamentos foram executados com a colaboração da junta local, uma vez que se localizam em terrenos doados à freguesia pela família Sousa Dias, a quem o edil Cabeceirense, aproveitou para agradecer publicamente. Um gesto distinto que aqui, como em outros locais onde esta família doou terrenos - quer à Junta de Freguesia, quer à Câmara Municipal - permitiram criar condições para o desenvolvimento e expansão desta importante e povoada terra situada entre as vilas de Cabeceiras de Basto e Arco de Baúlhe.

O autarca referiu ainda que houve uma preocupação em adequar a construção destes equipamentos à realidade, optando pela construção de um campo de futebol de cinco e de um edifício para balneários, que qualificam assim este recinto desportivo e valorizam a área envolvente, onde em breve será construída a sede da associação ‘Os amigos de Basto’.

Para o edil Cabeceirense, beneficiar este espaço é importante já que “enquanto autarcas, temos a responsabilidade de criar obras que proporcionem o bem estar e a qualidade de vida da população, correspondendo assim às expectativas das pessoas”. Se por um lado cumprimos a promessa feita aquando da inauguração deste equipamento, o que nos deixa muito honrados, por outro lado, cumprimos com a vontade da família Sousa Dias, que ao doar estes terrenos tinham em vista contribuir para o desenvovimento e bem-estar da população da sua freguesia. O autarca, felicitou ainda o facto do nome Sousa Dias, ser perpetuado na toponímia local, um trabalho conjunto da Junta de Freguesia e da Comissão Municipal de Toponímia que revelam a gratidão a ‘quem nos faz bem’.

A terminar, o presidente da Câmara que em breve deixará estas funções, disse ter sido muito gratificante trabalhar com e para as pessoas de Cabeceiras de Basto, que ao longo dos anos foi ouvindo e procurando corresponder aos seus anseios e pretensões indo ao encontro das especificidades do território e consequentemente das suas gentes. Para o autarca, todas as pessoas são importantes, independentemente de viverem mais ou menos distantes da sede do concelho. “Cabeceiras de Basto deu um salto quantitativo e qualitativo”, disse o Eng.º Joaquim Barreto, acrescentando que tal se deve ao trabalho coletivo de uma vasta equipa, onde se incluem autarcas, trabalhadores do município, associações e entidades, juntas de freguesia e a população, cujo traço comum é o “amor à sua terra”.

Nesta cerimónia inaugural, o pesidente da Junta de Freguesia, Profº José Joaquim Oliveira, manifestou o seu contentamento e agradeceu à Câmara Municipal a concretização de mais uma promessa. O autarca, que este ano cessa funções como Presidente de Junta de Freguesia, acrescentou: “fechou-se um capítulo e com ele a construção de uma infraestrutura de qualidade para servir as pessoas”.

Findas as intervenções, seguiu-se a realização de um jogo disputado por infantis que com grande entusiasmo utilizaram aquelas infraestruturas desportivas doravante aos seu dispor.

Adicionar comentário

Scroll