Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Câmara inaugura Parque Cabeceiras Aventura no «Nariz do Mundo»

Beneficiação e adaptação de antiga casa florestal permite a prática de desportos aventura

29 de julho de 2013
Câmara inaugura Parque Cabeceiras Aventura no «Nariz do Mundo»
Os Presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Eng.º Joaquim Barreto e Dr. China Pereira procederam no dia 26 de julho, ao fim da tarde à inauguração do Parque Cabeceiras Aventura. Uma nova infra-estrutura localizada na freguesia de Riodouro, que doravante tem como edifício âncora a antiga Casa Florestal de Foliposo, no lugar de Moscoso deste concelho.
Uma antiga casa florestal devoluta que o Município de Cabeceiras de Basto restaurou, realizando obras de beneficiação e adaptação, que agora devolve à população com uma nova valência. Desta forma a Câmara Municipal está não só recuperar o património existente, como também a criar estruturas de apoio na serra vocacionadas para o lazer, o desporto, a ocupação dos tempos livres e o turismo.

Após o descerramento de uma placa alusiva ao ato e da visita às instalações, o edil Cabeceirense, Eng.º Joaquim Barreto, procedeu à assinatura de um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia de Riodouro e a Associação Encanto Radical, tendo em vista a gestão e a utilização do ‘novo’ equipamento agora disponível nesta zona sertaneja do concelho e dotado de condições propícias para a prática de atividades/desportos radicais.

Parede de escalada, escalada natural, slide, passeios pedestres e de BTT, pontes suspensas, rapel, paintbal, tiro ao arco, cânion, entre outras, são algumas das modalidade que podem agora ser praticadas naquele local.

Após a assinatura deste protocolo, o presidente da Associação Helder Ramada Martins, agradeceu a presença de todos os que ali se deslocaram para participar em atividades diversas que a associação promoveu neste primeiro dia, convidando todos a participar e a visitar este novo espaço.

No uso da palavra o presidente da Câmara Municipal, disse estar satisfeito com o investimento feito – na ordem dos 125 mil euros – que permitiu recuperar este importante património florestal, criar respostas à população, nomeadamente aos mais jovens, mas sobretudo aproveitar as potencialidades e as sinergias locais e contribuir para a promoção de novas dinâmicas na montanha que permitam povoar a mesma e desta forma ajudar a combater a desertificação.

Aumentar a presença humana na serra é para o autarca cabeceirense um desafio, já que quanto mais pessoas houver nestes espaços, mais valorizados ficam, mais vigilância há e menor é a propensão para a ocorrência de incêndios.

O edil Cabeceirense, disse ainda que esta nova valência vem de encontro a uma sugestão da Associação Encanto Radical que uma vez parceira neste projeto e com o apoio da Junta de Freguesia local, vai ser certamente uma mais valia para o concelho e para quem nos visita.

“Queremos as aldeias com gente”, terminou Joaquim Barreto, para quem a ruralidade é sinónimo de riqueza e de inúmeras potencialidades.

No uso da palavra o Presidente da Assembeia Municipal, Dr. China Pereira, agradeceu a presença dos autarcas, dirigentes associativos, empresários e população local que se associou a esta iniciativa municipal com a qual se congratulou. Um investimento feito na zona serrana do concelho, que será certamente uma mais valia, nomeadamente ao nível da ocupação dos tempos livres, com incidência no setor do turismo. Esta era uma lacuna que existia e que a Câmara agora satisfez, correspondendo ao desafio lançado por esta jovem associação, cujas ações desenvolvidas têm revelado gosto pela natureza e respeito pelo meio ambiente.

De referir que além do edifício de apoio que possui sala de estar, cozinha, balneários e arrecadação para os materiais das diferentes modalidades possíveis de praticar, o espaço envolvente está igualmente dotado de mesas e áreas de estar emolduradas por uma bela e aprazível paisagem que convida ao lazer.

Doravante em pleno ‘nariz do mundo’ será assim possível realizar diversas modalidades desportivas, partir à descoberta deste vasto património natural, descer até ao rio e mergulhar nas águas cristalinas e puras que a serra se encarregou de moldar criando belos recantos.

Adicionar comentário

Scroll