Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Município inicia Comemorações dos 500 Anos do Foral de Cabeceiras de Basto

Conferência Os Direitos dos pensionistas: ontem, hoje e amanhã

7 de junho de 2013
A conferência subordinada ao tema ‘500 Anos do Foral de Cabeceiras de Basto :: História e Memória’, a realizar no próximo dia 10 de junho, pelas 16h00m, na sala de sessões da Assembleia Municipal, no edifício dos Paços do Concelho, dá início às comemorações dos 500 Anos do Foral de Cabeceiras de Basto.
Esta iniciativa, que tem como orador convidado o cabeceirense Professor Doutor Luís Vaz, será antecedida pela cerimónia de tomada de posse da Comissão Organizadora dos 500 Anos do Foral de Cabeceiras de Basto. Uma Comissão, cuja constituição foi aprovada na última reunião do executivo e da qual fazem parte os Presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, o vereador da Cultura, o Professor Doutor Luís Vaz, o Dr. Manuel Gonçalves e as técnicas Dr.ª Fátima Oliveira e Dr.ª Alzira Barreto, a quem caberá a responsabilidade de preparar um programa comemorativo de cariz concelhio, abrangente e aglutinador dos cabeceirenses, tendo em vista evocar tão importante efeméride.

A conferência dá assim início à Comemorações dos 500 anos da atribuição do Foral a Cabeceiras de Basto, que inícia segunda, dia 10 de junho e terá o seu ponto alto no dia 5 de outubro de 2014.

De referir que o Foral foi instituído a 5 de outubro de 1514, pela mão de D. Manuel I, Rei de Portugal e do Algarve, tendo como principal objetivo - conforme documentos da época - aumentar as receitas reais, através de uma medida moralizadora, que visava obrigar os grandes senhores da terra a pagarem impostos. Isto porque, além de se apoderarem das propriedades, recebiam ainda dos caseiros tributos que deveriam ser canalizados para a Coroa. O Foral veio por isso, impor um conjunto de direitos e deveres aos cabeceirenses, permitindo uma relação de maior justiça social entre proprietários e aqueles que nas terras trabalhavam.

Comemorar os 500 anos da atribuição do Foral de Cabeceiras de Basto, é por isso, um ato de cultura que honra o concelho e vai certamente honrar todos os cabeceirenses que se revêem na ancestralidade e na riqueza da história local. Trata-se por isso de um dos factos históricos mais relevantes de Cabeceiras de Basto, de maior importância e significado, que todos devem conhecer e entender, tanto mais que é a partir desse evento que estas terras ganham um estatuto próprio de unidade territorial e de afirmação como povo e comunidade autónoma, com as suas tradições, os seus costumes e laços constituidos, que hoje ostentamos e moldam a gente que somos.

Conferência ‘Os DIREITOS dos pensionistas: ontem, hoje e amanhã’

Ainda durante o fim de semana, mais precisamente amanhã, sábado, dia 8 de junho, pelas 16h00m, no Auditório Municipal Ilídio dos Santos, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto promove a conferência ‘Os DIREITOS dos pensionistas: ontem, hoje e amanhã’. Uma iniciativa que terá como oradora convidada a Presidente da APRE!, Dr.ª Maria do Rosário Gama.

Informar e esclarecer os Cabeceirenses sobre as medidas governamentais em curso relativamente aos direitos dos pensionistas, bem como, fazer uma incursão ao passado e abordar o impacto destas medidas no futuro dos portugueses, é um dos motivos que trazem a Cabeceiras de Basto a presidente da Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados.

Adicionar comentário

Scroll