Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Feira do Cavalo abre ao público e atrai aficionados ao Centro Hípico

O cavalo está tradicionalmente associado a esta terra de Basto

27 de maio de 2013
Feira do Cavalo abre ao público e atrai aficionados ao Centro Hípico
O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, inaugurou no dia 25 de maio, a quarta edição da Feira do Cavalo, um certame que decorre durante este fim de semana, no Centro Hípico.
Na sessão inaugural, o autarca visitou os cerca de vinte e nove stands/expositores presentes, acompanhado pelo presidente da Assembleia Municipal, Dr. China Pereira, pelos vereadores Dr. Domingos Machado e Francisco Pereira, pelo presidente da Junta de Freguesia de Refojos, Francisco Alves, demais autarcas, convidados e população em geral.

Coudelarias, artigos ligados ao cavalo, coletividades e produtos locais como mel, doces regionais, compotas e licores, artesanato, bijutaria, entre outros, estiveram nesta feira que tem como principal objetivo proporcionar aos residentes e a todos os que nos visitam o contacto com diversas modalidades equestres e com diversos artigos relacionados com a atividade cavalar.

Os adeptos das raças equestres não perderam esta oportunidade para assistir à abertura da Feira do Cavalo, que decorreu ao som das música popular proporcionada pelos ‘Bravos da Concertina’, encarregues de animar este iniciativa que à semelhança dos anos anteriores espera um forte adesão da população.

Para o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, “a Feira do Cavalo é um evento que se enquadra no objetivo da Câmara e da empresa municipal de promoção económica e social do concelho, nomeadamente de dinamização dos equipamentos e de valorização das raças e dos produtos locais”.

De acordo com Joaquim Barreto, “a realização destas iniciativas vão ao encontro da nossa identidade que neste evento está associada ao cavalo enquanto animal que tem uma forte relação com o passado e com a vivência das populações locais, outrora utilizado para diferentes fins, como a mobilidade das pessoas e de bens, o uso agrícola e ainda nas corridas de cavalos e outras provas em que o equídeo era o elemento principal que dava notoriedade, visibilidade e valor acrescentado às provas equestres” e que registavam e continuam a registar o agrado dos Cabeceirenses.

No final, o autarca agradeceu a presença de todos, expositores, produtores de cavalos e associações que participam neste evento que integra várias ações e provas.

Organizado pela Câmara Municipal e pela Emunibasto, o certame, que conta com o apoio do RC6 a quem cabe promover diversas provas seja de ensino, ‘Derby Cross’ ou de obstáculos. A tarde ficou ainda marcada com a realização da Taça Norte Derby de Atrelagem – 1ª mão, prosseguindo o programa à noite, com o maravilhoso espetáculo equestre ‘Emoções Ibéricas’ secundado pela hilariante peça teatral ‘O Ensaio Geral’ apresentada no Picadeiro Interior pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, iniciativa que atraiu numeroso público e esgotou a lotação.

No dia 26 de maio, último dia da IV Feira do Cavalo de Cabeceiras de Basto, a jornada começou às 10 horas com um Concurso Oficial de Modelo e Andamentos – Cavalos Puro-sangue Lusitano e às 14h30m terá lugar a final da Taça Norte de Derby de Atrelagem do Norte e III Jornada do Campeonato Regional Norte. Em simultâneo os tocadores de concertinas FDF de S. Nicolau estão encarregues de animar o recinto da feira, terminando a jornada com a realização de várias provas de obstáculos. Às 18h30m está agendada a cerimónia de entrega de prémios, encerrando a IV Feira do Cavalo pelas 19h30m.

De refeir que o êxito que esta iniciativa tem vindo a alcançar de ano para ano, resulta do trabalho que vem sendo feito pela Câmara Cabeceirense em prol da valorização e da promoção das raças autóctones, seja criando condições físicas, seja dinamizando atividades ou promovendo espaços de debate, que valorizem o setor equestre.

Recorde-se que o cavalo está tradicionalmente associado a esta terra de Basto e por isso têm sido incrementados projetos capazes de gerar dinâmicas e potenciar os equipamentos municipais como são o Centro Hípico e o Hipódromo que se localiza na Serra do Oural, na freguesia de Abadim, deste concelho.

Adicionar comentário

Scroll