Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Município Cabeceirense e Universidade do Minho assinam protocolo

O objetivo é analisar e acompanhar o sistema educativo

17 de abril de 2013
Município Cabeceirense e Universidade do Minho assinam protocolo de colaboração
O Município de Cabeceiras de Basto e a Universidade do Minho (UMinho) assinaram hoje, dia 17 de abril, um protocolo de colaboração no âmbito do Observatório Local para o Sucesso Educativo (OLSE), um projeto concelhio que tem como objetivos analisar e acompanhar o sistema educativo a nível municipal, designadamente no que toca ao sucesso e insucesso escolar das crianças e alunos, promovendo a eficiência e eficácia do sistema educativo.
De acordo com o protocolo rubricado, esta manhã, nos Paços do Concelho pelo presidente da Câmara Municipal, Eng. Joaquim Barreto, e pelo reitor da Universidade, Dr. António Cunha, a UMinho irá prestar serviços de consultoria ao Observatório Local para o Sucesso Educativo, designadamente no que toca à recolha de informação revelante para a caracterização da situação relativa ao sucesso escolar no concelho; à análise da informação e apresentação de um relatório escrito ao Conselho Municipal de Educação; assim como à assessoria em encontros com responsáveis e docentes de escolas e outras instituições educativas locais.

O protocolo de colaboração que vigora no presente ano letivo pode ser renovado, automaticamente, a cada novo ano.

Para além do presidente da Câmara Municipal e do reitor da UMinho, na cerimónia de assinatura do protocolo marcaram também presença o presidente da Junta de Freguesia de Refojos e presidente da CPCJ, Francisco Alves, a diretora do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Dra. Céu Caridade, o diretor do Externato de S. Miguel de Refojos, Monsenhor José Augusto Ribeiro, a presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas, Dra. Paula Gonçalves, assim como o vice-reitor para a Investigação e Ensino da UMinho, Prof. Rui Vieira de Castro.

Na oportunidade, o autarca Joaquim Barreto congratulou-se com a assinatura deste protocolo de cooperação com a UMinho, realçando a importância da criação do Observatório Local para o Sucesso Educativo, assim como do Centro de Orientação Vocacional e Profissional que tem como destinatários, especialmente, os alunos/formandos com percurso escolar/profissional que se aproxima de momentos de decisão (9.º/12.º ano).

Evidenciando o moderno parque escolar existente em Cabeceiras de Basto, o edil destacou “a boa colaboração e a boa articulação” existente entre a Câmara Municipal e os parceiros do setor educativo.
Reconhecendo “mérito” à UMinho, Joaquim Barreto desejou que “tudo decorra conforme o previsto neste protocolo”.

Na sua intervenção, o reitor da Universidade do Minho afirmou que este “é um protocolo singelo mas muito importante nos seus objetivos”, revelando “a aposta, muito lúcida, do Município Cabeceirense na Educação”.
“Estou satisfeito pela escolha da UMinho” como parceiro da Câmara Municipal, disse o reitor António Cunha, revelando que o trabalho a ser desenvolvido “permitirá aos órgãos locais tomar as decisões mais acertadas”.
Refira-se que o Observatório Local para o Sucesso Educativo foi criado no seio do Conselho Municipal de Educação de Cabeceiras de Basto, funcionando a partir de um regulamento que vincula as partes – Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Externato de S. Miguel de Refojos, Centro de Emprego de Basto e Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, entre outros – sendo coordenado pelo vereador do pelouro da Educação para a Área Pedagógica, Dr. Domingos Machado.

No final, o reitor e vice-reitor da UMinho, acompanhados pelo presidente da Câmara Municipal, visitaram o edifício dos Paços do Concelho, assim como o Mosteiro de S. Miguel de Refojos e o Núcleo Museológico do Baixo Tâmega, que integra o Museu das Terras de Basto.
 

Adicionar comentário

Scroll