Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Executivo Municipal distingue Mútua de Basto com Medalha de Mérito Público

Deliberações da última reunião do executivo municipal

27 de fevereiro de 2013
Ainda na sequência das principais deliberações tomadas em reunião camarária realizada no dia 21 de fevereiro, sob a presidência do Eng.º Joaquim Barreto, o Executivo Municipal decidiu, por unanimidade, distinguir a Associação de Desenvolvimento Rural – Mútua de Seguros e Multi-serviços – Mútua de Basto/Norte, atribuindo-lhe a Medalha de Mérito Público – grau prata, na passagem dos 25 anos de atividade ao serviço do desenvolvimento rural.
Trata-se de uma associação privada sem fins lucrativos, constituída por escritura pública de 17 de Março de 1988, que reúne cerca de 14.000 sócios, distribuídos em especial pelos 4 concelhos da região de Basto (Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Mondim de Basto e Ribeira de Pena), mas também por toda a Região Norte.

A Mútua de Basto/Norte é por isso, uma estrutura associativa que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento integrado e sustentado dos meios rurais nos concelhos da sua área social, através da dinamização de iniciativas de apoio às atividades produtivas e à proteção do ambiente.

No âmbito desta ação, disponibiliza um leque de serviços que incidem: na promoção de ações que contribuam para a melhoria da classificação sanitária das explorações pecuárias, tendo em vista assegurar o melhoramento e bem-estar animal, através da sanidade animal, da inseminação artificial, da divulgação de conhecimentos e outros serviços necessários; na promoção, divulgação e venda de produtos locais; no fomento da comercialização das produções agrícolas, pecuárias e silvícolas; na promoção de investimentos conexos com o seu objeto social; na implementação de atividades complementares do rendimento das populações rurais, nomeadamente o turismo, a caça e o artesanato; em potenciar a divulgação dos produtos e das potencialidades regionais e a recuperação de técnicas e práticas tradicionais; em promover a animação e a implementação de programas de desenvolvimento de iniciativa e base regional; em desenvolver atividades que se mostrem necessárias ou convenientes à defesa dos interesses dos concelhos que integram a sua área de atuação; em garantir a implementação de atividades que invertam o processo de desertificação que ameaça o meio rural; na elaboração, conjuntamente com as comunidades visadas, de estratégias de desenvolvimento onde se valorizem as potencialidades locais, inserindo-as dentro do sistema produtivo onde elas se possam tornar competitivas e de referência; em criar, organizar e manter serviços de interesse para os Associados e constituir, nos termos que vierem a ser regulamentados, os fundos necessários para o efeito; na promoção de formação profissional.

Trata-se por isso, de um leque de serviços diversificados, que ao longo dos anos têm contribuido para satisfazer as necessidades das populações, promover um clima propício de mudança e sustentar a iniciativa económica e social, garantindo estabilidade, segurança e confiança. No âmbito desta intensa atividade, a Mútua de Basto/Norte procura a todo o tempo, interpretar as necessidades e antecipar respostas motivadoras e galvanizadoras para o processo de desenvolvimento e bem-estar das comunidades, assim como, fixar as pessoas e contribuir de forma efetiva para a melhoria das suas condições de vida.

Esta associação, pretende assim, criar condições de promoção e desenvolvimento integrado e sustentado das terras de Basto e da Região Norte, desenvolvendo uma nova dinâmica no meio rural, ambiental, social e economicamente sustentável, de forma mais abrangente e proativa na dinamização de iniciativas que passam pela valorização profissional e qualificação para a cidadania, contribuindo igualmente, para a fixação dos jovens no território, para desenvolver ações de conservação e valorização do meio ambiente, para aproveitar os recursos locais e conservar a cultura local, desenvolvendo um trabalho em rede.

De salientar que ao longo de 25 anos de atividade, a Mútua de Basto/Norte participou em vários certames de reconhecido valor, nomeadamente a Feira Internacional de Silheda, na Galiza, tendo sido distinguida com o 2º (1994) e 3º (1995) lugar na categoria de Melhor Experiência de Associativismo Agrário e 1º lugar (2008) na categoria de Iniciativas Locais de Desenvolvimento Rural, participações estas, através das quais foi possível promover o concelho aquém e além fronteiras. De referir também que o caráter inovador e a transversalidade de intervenção, permitiu-lhe o reconhecimento de Instituição de Utilidade Pública.

Adicionar comentário

Scroll