Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Câmara indica representantes para Cooperativa Terra + Verde

Deliberações da última reunião do executivo municipal

24 de janeiro de 2013
Sob a presidência do Eng.º Joaquim Barreto, reuniu hoje, dia 24 de janeiro, no edifício dos Paços do Concelho, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto. Dos assuntos tratados, destaque para a indicação dos representantes do Município nos órgãos sociais da Cooperativa Terra + Verde.
Assim, passam a ter a seguinte composição: Assembleia Geral - Presidente: Eng.º Joaquim Barreto - Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Vice-Presidente: representante do Conselho Diretivo de Baldios de Refojos de Basto, Secretário: Eng.º Luis Freitas – Eng.º Florestal; Direção – Presidente: Eng.º Luis Filipe Lopes – Eng.º Florestal e Professor Universitário, Tesoureiro: Drª Cristina Sanches – Presidente de uma associação de desenvolvimeno rural, Secretário: Eng.º Moisés Saldenha – empresário; Conselho Fiscal – Presidente: Prof. Manuel Carvalho – Presidente de um Conselho Diretivo de Baldios e Técnico Oficial de Contas, 1º Vogal: representante da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, 2º Vogal: Dr. Manuel Oliveira – funcionário público.

A Régie – Cooperativa “Terra+Verde” – Gestão Integrada da Floresta, é uma Cooperativa de Interesse Público e Responsabilidade Limitada, constituida em março de 2008, com o objeto social de criar, gerir e prestar serviços de apoio ao desenvolvimento da floresta e seu uso múltiplo; fomentar e incentivar a produção florestal; gerir e explorar áreas e equipamentos públicos ou privados; promover formação específica para todos os agentes envovidos na atividade florestal; incentivar o espírito de preservação da floresta; promover o associativismo e responsabilização florestal; promover o planeamento, ordenamento, povoamento e repovoamento florestal; fomentar a empresarialização de bens e serviços gerados na floresta e promover e efetuar a venda de produtos.

De referir que Cabeceiras de Basto é um concelho com uma área de 241 km2 com cerca de 80% do seu território com aptidão florestal. Conscientes da realidade geográfica, das potencialidades naturais e da importância que o setor florestal detém no equilíbrio ambiental e rural particularmente ao nível da proteção dos usos e costumes agro-florestais, o Município dinamizou ações diversificadas no sentido de juntar vários agentes locais e regionais na defesa e preservação da floresta, sendo um dos objetivos prioritários a forte aposta nos recursos florestais e na atração de investimento para a floresta, adotando para o efeito políticas e práticas que contribuam para a sua gestão integrada e sustentada.

Atenta às questões relacionadas com o desenvolvimento económico e social do concelho, bem como à problemática da gestão dos recursos naturais, como é o caso da floresta, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto iniciou assim, em 2008, o processo de constituição desta Régie Cooperativa Terra + Verde, que após um processo de angariação de novos aderentes, reuniu no passado dia 18 de janeiro de 2013, em Assembleia de Fundadores, os cooperantes – entidade públicas e privadas, pessoas singulares e coletivas– para aprovar os novos membros efetivos, aprovar os estatutos e eleger os órgãos sociais, cujos representantes do Município foram hoje indicados e aprovados pelo executivo.

De referir que nos órgãos sociais estão representados, para além da Câmara Municipal que detém 40% do capital da Cooperativa, entidades e pessoas singulares com conhecimentos e ligação ao setor florestal, o que dá garantia de um trabalho profícuo na valorização e defesa do património florestal de Cabeceiras de Basto.

Adicionar comentário

Scroll