Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Rododendros dão fulgor à Praça da República

Árvores características dos jardins clássicos das Terras de Basto

1 de abril de 2011
Rododendros dão fulgor à Praça da República
A Praça da República de Cabeceiras de Basto é povoada por uma variedade de espécies de árvores e plantas, que deixam esta zona histórica da vila florida e perfumada ao longo de todo o ano.
Numa altura em que as japoneiras começam a perder a flor – camélias – desabrocham os Rododendros, uma das árvores características dos jardins clássicos das Terras de Basto e que a Câmara Municipal decidiu introduzir nos espaços públicos ajardinados, sobretudo, no centro da vila Cabeceirense.

As flores de Rododendro cor-de-rosa são as predominantes na Praça da República, onde estão plantadas duas árvores. A primeira foi colocada há oito anos e a segunda no ano passado.

O cenário é sublime.

Origem:
O rododendro é a designação comum às plantas do género Rhododendron L., da família das Ericáceas, que reúne mais de 1000 espécies, entre elas as azáleas. Existe também o rododendro em Bonsai.
São plantas arbóreas ou arbustivas de clima temperado do hemisfério norte.
Crescem bem em solos ácidos, produzindo grandes floradas em forma de trompa e folhas ovaladas.
A maioria dos rododendros florescem durante um curto período de tempo anualmente, durante o qual adquirem cores muito vivas.
(in Wikipedia)

Rododendros dão fulgor à Praça da República

Adicionar comentário

Scroll