Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Cabeceiras recebe «De Volta à Praça» com espetáculos circenses e oficina de marionetas

Acesso aos espetáculos é gratuito mas com lotação limitada

11 de agosto de 2021
Cabeceiras de Basto recebe «De Volta à Praça» com espetáculos circenses e oficina de marionetas
O projeto ‘De Volta à Praça’ ruma até Cabeceiras de Basto nos dias 20, 21 e 22 de agosto. No Parque do Mosteiro, ao ar livre e num formato 360 graus, serão exibidos três espetáculos circenses, o primeiro do Coliseu do Porto, o segundo do Teatro Palmilha Dentada e o terceiro da Companhia Erva Daninha, complementados por uma oficina de marionetas.
O primeiro espetáculo, a decorrer na sexta-feira, dia 20 de agosto, pelas 21h00, é protagonizado pelo Circo do Coliseu do Porto. Em ‘De volta à Praça’, o Circo Coliseu Porto Ageas aventura-se fora da casa-mãe para recuperar a tradição itinerante do circo.

Na segunda noite, sábado, dia 21 de agosto, às 21h00, é a vez do Teatro Palmilha Dentada subir ao palco, para apresentar a sua mais recente criação ‘Circlus’, um trabalho que alia o circo, a música e humor, num espetáculo destinado a toda a família. À tarde, a partir das 15h00, na Casa do Tempo, o Teatro da Palmilha Dentada dinamiza também uma oficina de circo e marionetas focada nas lendas e histórias locais, dirigida a participantes com mais de 6 anos.

No domingo, dia 22 de agosto, pelas 18h00, a companhia Erva Daninha apresenta ‘Rasto’, um espetáculo entre a dança e a acrobacia.

O acesso aos espetáculos é gratuito, mas com lotação limitada, de acordo com as normas da Direção-Geral da Saúde. A reserva de bilhetes deverá ser efetuada através do email: bilheteira@devoltaapraca.pt ou na Casa do Tempo, de 17 a 20 de agosto. Os bilhetes funcionam como pré reserva, devendo ser trocados no dia do espetáculo, na bilheteira do recinto.

‘De Volta à Praça’ tem como parceiros o Coliseu do Porto, o Teatro Nacional de São João, a CIM do Tâmega e Sousa, a Fundação Consuelo Vieira da Costa e os municípios de Arcos de Valdevez, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Mondim de Basto e Santo Tirso. É um projeto co-financiado pelo Programa NORTE 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Adicionar comentário

Scroll