Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Presidente da Câmara inaugurou Exposição «Azulejos da nossa Praça»

Fotografias e a conceção gráfica da exposição são da autoria do fotógrafo cabeceirense André Ribeiro,

3 de fevereiro de 2020
Presidente da Câmara inaugurou Exposição «Azulejos da nossa Praça»
Francisco Alves, inaugurou no sábado, dia 1 de fevereiro, a Exposição ‘Azulejos da nossa Praça’ na Casa do Tempo, mostra que estará patente ao público até ao dia 26 de julho de 2020. Nesta mostra estão representadas nove casas e quatro perspetivas da Praça da República, podendo também ser apreciados seis exemplares de azulejos das casas da Praça, onde predominam as cores azuis, amarelas e verdes.
Os azulejos expostos foram gentilmente cedidos pelos proprietários das casas da Praça que se mostraram muito agradados com organização desta exposição.

Marcaram igualmente presença nesta iniciativa os vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, a coordenadora da Casa do Tempo, Dra. Fátima Oliveira, proprietários das casas da Praça da República e moradores da Praça, entre outros convidados e público em geral.

Na oportunidade, o presidente da Câmara falou da importância desta mostra, realçando a ‘vida’ que a Praça da República dá ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, ex-líbris do concelho.

O Arq. António Afonso de Deus, autor do estudo ‘Enquadramento arquitetónico e urbano do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, com incidência no edificado construído/transformado sobre influência dos emigrantes de Torna-Viagem’, foi o convidado especial desta sessão de abertura.

Na sua intervenção, o arquiteto, que tem participado nos Seminários Internacionais ‘Ora et Labora’ organizados pela autarquia e que foi orador no III Seminário, falou do trabalho que desenvolveu, bem como da relação do azulejo com a arquitetura. No decorrer da apresentação, o arquiteto sensibilizou também os proprietários a preservar e a valorizar a traça das casas da Praça.

De referir que as fotografias e a conceção gráfica da exposição são da autoria de André Ribeiro, fotógrafo Cabeceirense que também esteve presente nesta sessão, antecedida por um momento musical com Carlos Mendes.

Adicionar comentário

Scroll