Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Oficinas de Jogos Dramáticos encerram época

O teatro em Cabeceiras de Basto a contar histórias com mensagens que emocionam

21 de junho de 2019
Oficinas de Jogos Dramáticos encerram época com duas magníficas representações
Para assinalar o encerramento da temporada das Oficinas de Jogos Dramáticos, espaço de aprendizagem, partilha e formação de crianças dos 6 aos 12 anos, que o CTCMCB dinamizou ao longo dos últimos meses, na passada quarta-feira, dia 19 de junho de 2019, na Casa da Juventude, familiares, amigos e muitos outros cabeceirenses lotaram o auditório da Casa da Juventude, para assistirem à representação de duas magníficas peças protagonizadas pelo pequenos atores e atrizes.
“Onde está o branco?”

Os mais pequeninos contaram-nos uma extraordinária história, a partir da representação de um ambiente de competição e egoísmo que existia numa fábrica de tintas onde as cores, faltava lá o branco, não se entendiam, não trabalhavam em equipa e competiam desenfreadamente entre si. Com a chegada do branco tudo muda e passa a existir a harmonia e o trabalho de equipa. Uma bela história que encantou todos os presentes não só pela atuação dos dezassete meninos e meninas mas também pela mensagem de paz e amor que a história transmitiu.
Uma história baseada no texto de Luciano Luppi, encenada por Francisca Magalhães, com cenografia, figurinos e adereços de Joana Veloso e Francisca Magalhães.

“O Construtor de Sonhos”

Os onze atores mais velhinhos contaram aos espetadores a história de um mundo imaginário que de repente se vê mergulhado num grande roubo. O “construtor de sonhos” foi roubado pelas malvadas insónias e para que tudo se resolvesse foi preciso muita determinação e uma grande e forte união entre todos. Cansado e velho, o “construtor de sonhos” morreu mas, felizmente, houve alguém para continuar o seu extenuado trabalho, até porque a força, a determinação e o trabalho de todos permitiu recuperar o objeto mágico, simbolizado por um martelo, que possibilitou continuar a construir todos os sonhos. Com efeito, um mundo sem sonhos é um mundo triste, enfadonho e infeliz.
Uma história que emocionou os presentes, com texto e encenação de Roberto Moreira e cenografia, figurinos e adereços de Joana Veloso e Francisca Magalhães.

Entre outras participações, designadamente na Festa do S. Pedro da Raposeira, no final deste mês, o CTCMCB - Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, está já a preparar o próximo espetáculo da agenda cultural do Município, o Passeio Literário que terá lugar no dia 18 de julho à noite.

Adicionar comentário

Scroll