Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Cabeceiras de Basto deu gigante Abraço em Lã ao Mosteiro

Iniciativa assinalou também, esta manhã, o Dia Mundial da Criança

3 de junho de 2019
Cabeceiras de Basto deu gigante Abraço em Lã ao Mosteiro
“Um Cabeceirense um cachecol, uma família um cachecol, uma instituição um cachecol”!

O desafio lançado no início deste ano à comunidade Cabeceirense foi hoje, dia 3 de junho, concretizado com a presença de mais de 4 mil pessoas que formaram vários cordões humanos à volta do Mosteiro de S. Miguel de Refojos.
Unidos pelos cachecóis em lã que produziram, crianças, jovens e adultos deram um abraço gigante ao Mosteiro. Foi uma enorme manifestação de carinho pelo Nosso Mosteiro mas também o reforçar do sentimento de pertença deste Bem único e universal junto de todos os Cabeceirenses.

Tal como a comunidade educativa que esteve toda presente neste evento, também muitas famílias, instituições, associações e população em geral participaram no ‘Dá Lã… um abraço ao Mosteiro’, ação integrada no programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’ financiado por fundos comunitários, através do Norte 2020.

Largas centenas de cachecóis de diferentes tamanhos, muitos deles de grandes dimensões, foram trazidos pelos participantes que, no final do Abraço, os ofereceram ao Mosteiro. Com os cachecóis oferecidos, a Câmara Municipal promoverá, posteriormente, uma exposição em espaço público, em novo momento de grande manifestação de afeto pelo Nosso Património.

No final do Abraço, o ‘Palhaço Kiki’ animou a manhã deste 3 de junho, data em foi celebrado, em Cabeceiras de Basto, o Dia Mundial da Criança. A iniciativa, associada ao evento ‘Dá Lã… um abraço ao Mosteiro’, juntou milhares de crianças na Praça da República.

‘Dá Lã… um abraço ao Mosteiro’ contou com o apoio da Iberdrola que, acerca desta atividade referiu: “a participação da Iberdrola nesta iniciativa enquadrou-se no conjunto de atividades locais que a empresa está a apoiar nos municípios mais próximo do Sistema Eletroprodutor do Tâmega. Abraçar esta ação tornou-se numa forma de promover a cultura e o património de um dos territórios mais afetos a este projeto da Iberdrola, cuja construção está prevista até 2023”.

Com esta iniciativa, a Câmara Municipal destacou o trabalho das Mulheres de Bucos que dão vida à Casa da Lã, um verdadeiro núcleo museológico vivo que integra o Museu das Terras de Basto. De salientar que também o Centro de Emprego do Médio Ave colaborou com a iniciativa através da participação de um grupo de formandas que recebem formação naquela Casa da Lã.

A Câmara Municipal reconhece e agradece todo o empenho que os Cabeceirenses dedicaram a esta iniciativa que ficará registada, por muito tempo, na memória de todos. Agradece igualmente ao Agrupamento de Escolas e à Associação de Pais e Encarregados de Educação, ao Externato de S. Miguel de Refojos, ao Centro Social, à Basto Vida, ao Centro de Emprego, às Mulheres de Bucos e a todas as demais associações e instituições que se associaram e colaboraram com a organização deste grande acontecimento.

Para além dos presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, respetivamente Francisco Alves e Eng. Joaquim Barreto, estiveram presentes no Abraço ao Mosteiro vereadores, presidentes de Juntas de Freguesia, diretores do Agrupamento de Escolas e do Externato, representantes da Iberdrola, dirigentes associativos, entre outros convidados.

Adicionar comentário

Scroll