Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Mosteiro de S. Miguel de Refojos é tema de Residência Artística

Seis artistas internacionais criam obra coletiva, de 29 de abril a 4 de maio

29 de abril de 2019
Residência artística
A Residência Artística é uma das iniciativas culturais do programa Mosteiro de Emoções proposto para 2019. Durante seis dias, de 29 de abril a 4 de maio, seis artistas plásticos/visuais permanecerão nas Terras de Basto, na Casa da Urtigueira (Cabeceiras de Basto) que irá ser convertida em Casa-Atelier.
Os artistas convidados são ANGELINA NOGUEIRA (Portugal), DESIRÉE DESMARATTES (Alemanha), NICOLLÒ ROSSI (Itália), SERENA BARBIERI (Itália), SUSANA ALEIXO LOPES (Portugal) e VIJAY PATEL (Reino Unido).

O objetivo principal é o de conceberem uma obra coletiva que reúna e cruze as variadas disciplinas utilizadas pelos artistas tendo como tema central o Mosteiro de S. Miguel de Refojos e o seu espaço envolvente. O projeto será coordenado por Rebecca Moradalizadeh, artista plástica e curadora.

O Mosteiro de S. Miguel de Refojos é por si só um espaço repleto de possibilidades. Contém em si uma vasta panóplia de conceitos de trabalho, do ponto de vista artístico, desde a sua História (tempo, memória, arquivo) à sua espacialidade (visual, sensorial), ornamentada de simbologias racionais e poéticas.

Para a conceção de uma obra realizada por 6 artistas, no âmbito de uma residência artística, pensou-se, do ponto de vista curatorial, num conceito específico que abrangesse numa só obra (coletiva) todas essas potencialidades, tendo como principal referência conceptual: Le Cabinet des Curiosités (Gabinete de Curiosidades.

“As expressões gabinete de curiosidades e quarto das maravilhas designam os lugares onde, durante a época das grandes explorações e descobrimentos dos séculos XVI e XVII, se colecionavam uma multiplicidade de objetos raros ou estranhos dos três ramos da biologia considerados na época: animal, vegetal e mineral; além das realizações humanas.”

Estes objetos eram todos devidamente classificados e organizados em catálogos científicos.
“Os gabinetes de curiosidades podem ser considerados como os precursores dos atuais museus de arte.”

Com base nestes princípios, optou-se por pensar a obra como um Gabinete de Curiosidades, uma estrutura / instalação que comporte em si pequenas obras desenvolvidas pelos artistas acrescendo os subconceitos a ela inerentes como: memória, arquivo, tempo, arqueologia do espaço, vestígios, conservação, preservação (…).


PROGRAMA

Dia 1 (29 de abril – Segunda-feira)
 10h00: Chegada a Cabeceiras de Basto (Mosteiro)    
10h30: Receção oficial aos artistas
    » Reconhecimento do(s) espaço(s):    
Trajeto: Mosteiro » Casa do Tempo » Arquivos CMCB » Bucos » Rio Douro
    11h00: Visita Guiada ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos
    12h30: Almoço
    14h00: Visita à Casa do Tempo
14h45: Acesso aos arquivos da CMCB
16h00: Visita à Casa de Lã, Bucos
17h00: Ida para a Casa da Urtigueira.
    18h00: Conversa coletiva com os artistas sobre o trabalho a desenvolver:
    - Ponto de Situação de cada artista (a nível individual) - interesse, conceitos
    Planeamento de trabalho.
    
Dia 2 (30 de abril – Terça-feira)
09h30: Centro de Cabeceiras de Basto e Mosteiro para levantamento de material
    14h00: Início do trabalho individual - Casa da Urtigueira
    20h00: Ponto de situação: discussão coletiva do trabalho realizado
    
Dia 3 (1 de maio – Quarta-feira)
10h00: Continuação do desenvolvimento de trabalho na Casa da Urtigueira
17h00: Continuação do trabalho na Casa da Urtigueira
    
Dia 4 (2 de maio – Quinta-feira)
    10h00 – 12h30: Continuação do trabalho na Casa da Urtigueira
    14h00: Continuação do trabalho na Casa da Urtigueira
16h30: Atelier Vivo: Receção da comunidade local ao Atelier dos artistas  
    17h30: Continuação do trabalho na Casa da Urtigueira
    20h00: Ponto de situação: discussão coletiva do trabalho realizado

Dia 5 (3 de maio – Sexta-feira)
09h00 – 12h00: Finalização dos trabalhos
14h00-15h00: Finalização dos trabalhos
16h00: Transporte das obras para a Casa do Tempo (pré-montagem)

Dia 6 (4 de maio – Sábado)
    09h30: Montagem do trabalho na Casa do Tempo
    12h30: Almoço na cidade
    14h00: Montagem do trabalho na Casa do Tempo
    17h00: Mesa Redonda com os artistas na Casa do Tempo

Adicionar comentário

Scroll