Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Quarto Seminário Internacional evidencia meio natural na vida monástica

Seminário Internacional é um seus momentos altos do programa cultural Mosteiro de Emoções em 2019

15 de março de 2019
Quarto Seminário Internacional evidencia meio natural na vida monástica
Foi apresentado ontem, dia 14 de março, na Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto, o programa do IV Seminário Internacional Ora et Labora: ‘Refojos de Basto: natureza e meio natural na vida, linguagens e imaginário da vida monástica’ que vai decorrer nos dias 6 e 7 de junho neste mesmo local.
Nesta sessão de apresentação aos jornalistas, marcaram presença o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, a vereadora da Cultura, Dra. Carla Lousada, o Professor Doutor Pedro Vilas Boas Tavares do CITCEM e a Dra. Fátima Oliveira, chefe da Divisão de Administração Geral e Atendimento (DAGA), estes dois últimos que integram a Comissão Organizadora deste evento.

Organizado pelo Município de Cabeceiras de Basto e pelo CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar ‘Cultura, Espaço e Memória’ / Faculdade de Letras da Universidade do Porto, o IV Seminário Internacional integra o programa cultural Mosteiro de Emoções, sendo neste ano de 2019, um dos seus momentos altos.

Esta quarta edição do Seminário Internacional vem colocar em evidência a importância de vastos, ricos e complexos campos de significado nos domínios religioso, socioeconómico, patrimonial e cultural, decorrentes da realidade histórica (passado, presente e futuro) do mosteiro beneditino de Refojos de Basto, às escalas local, regional, nacional e internacional.

O presidente da Câmara Municipal, na sua intervenção, salientou que “ao longo destes quatro anos muitos conhecimentos e experiências têm sido transmitidos, o que tem proporcionado a todos quantos participam nestes Seminários Internacionais um maior e mais aprofundado saber sobre o Nosso Mosteiro – O Mosteiro de S. Miguel de Refojos – sobre a ordem Beneditina, sobre as vivências no Mosteiro, entre muitos outros aspetos e curiosidades”.

E sublinhou: “podemos afirmar que hoje, fruto de muitos trabalhos e estudos que nos foram apresentados, sabemos muito mais sobre o Nosso Mosteiro, sobre a nossa história, sobre a nossa cultura, sobre a nossa identidade”, disse Francisco Alves, lembrando que “os Seminários, as intervenções e as conclusões não se esgotam apenas no momento das comunicações”. Com o objetivo de “guardar todo esse conhecimento para memória futura”, a Câmara Municipal publicou Livros de Atas de cada um dos Seminários, livros esses que contemplam todas as comunicações proferidas no decorrer de cada evento. “E este não será exceção”, garantiu o edil.

Coube ao Professor Doutor Pedro Vilas Boas Tavares, da Comissão Organizadora, apresentar o programa de dois dias de Seminário Internacional.

Depois de elencar os temas e os oradores convidados, Pedro Vilas Boas Tavares destacou a importância deste seminário, lançando o desfio para a criação/institucionalização de um Centro de Investigação de Estudos Beneditinos em Cabeceiras de Basto.

Adicionar comentário

Scroll