Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Orçamento Participativo para 2019 aposta na Ação Social

Processo de registo através da plataforma eletrónica http://cabeceirasparticipa.pt

21 de fevereiro de 2019
Cabeceiras de Basto - vista aérea
Decorre até ao dia 15 de maio de 2019 o período para apresentação de propostas à quarta edição do Orçamento Participativo cuja temática deverá enquadrar-se na área da ‘Ação Social’, mais concretamente no que se refere a intervenções físicas em equipamentos.
Este quarto Orçamento Participativo que abrange todo o território do concelho de Cabeceiras de Basto, cujas normas de participação foram aprovadas por unanimidade pelo Executivo Cabeceirense na sua reunião do dia 25 de janeiro, conta com uma verba de 15 mil euros.

O Orçamento Participativo tem como objetivo continuar a reforçar a participação dos munícipes e, através dos seus contributos, apoiar os processos de tomada de decisão; contribuir para a educação de uma cidadania ativa, participativa, responsável e inclusiva; e ainda incentivar o diálogo entre eleitos, técnicos municipais, cidadãos e sociedade civil.

A participação é aberta a todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho de Cabeceiras de Basto e o respetivo processo de registo deverá ser efetuado na plataforma eletrónica através do link http://cabeceirasparticipa.pt

De entre outros assuntos, o Executivo Municipal aprovou, igualmente por unanimidade, naquela reunião, a abertura do concurso público para a empreitada de ‘Execução do Coletor Pluvial na Rua Dr. Francisco Botelho, envolvente do Mosteiro de São Miguel de Refojos’.

Esta obra, enquadrada na candidatura ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’ financiada por fundos comunitários, visa a construção da rede de drenagem de águas pluviais e destino final na Rua Dr. Francisco Botelho, desde o final da Rua do Olival do Cabido até ao trecho final do canal da Ribeira de Penoutas.

Adicionar comentário

Scroll