Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Presidente da Câmara acompanha visita dos deputados socialistas à Unidade de Internamento Pública

Unidade voltou a ter inscritas 11 camas na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados

10 de agosto de 2018
Presidente da Câmara acompanha visita dos deputados socialistas à Unidade de Internamento Pública
O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhou esta tarde, dia 9 de agosto, a visita dos deputados socialistas eleitos pelo Círculo de Braga, Eng. Joaquim Barreto e Dr. Luís Soares, à Unidade de Internamento Pública de Cabeceiras de Basto, gerida pelo Hospital de Guimarães.
Acompanharam o presidente da Câmara Municipal e os deputados, o vereador Eng. Pedro Sousa, o Vogal Executivo do Hospital de Guimarães, Dr. João Miranda, o Diretor Clínico do Hospital, Dr. Hélder Trigo e a Enfermeira Diretora, Enf.ª Elsa Fernandes, bem como o Diretor Clínico da Unidade de Internamento, Dr. Sá Nogueira, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, e o representante do PS de Cabeceiras de Basto, João Pacheco.

De salientar que esta Unidade de Internamento, depois de cerca de 4 anos de suspensão, voltou a ter inscritas na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados 11 camas para internamentos de Curta Duração (até 30 dias) na sequência da publicação do despacho conjunto da Secretaria de Estado do Orçamento, da Secretaria de Estado da Segurança Social e da Secretaria de Estado Adjunta e da Saúde, de 29 de dezembro de 2017. Este despacho estabelecia a celebração de contratos-programa com as entidades integradas ou a integrar na referida Rede, no âmbito do funcionamento e implementação da mesma, como era o caso de três unidades em Cabeceiras de Basto, designadamente esta Unidade Pública.

Contudo, até ao momento, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte ainda não criou condições para a assinatura do referido protocolo com o Hospital de Guimarães, não tendo, por isso, ao fim de 8 meses, sido posta em prática a decisão do Governo.

A Unidade de Internamento Pública de Cabeceiras de Basto continua, assim, a ser apenas uma “unidade de retaguarda” do Hospital de Guimarães.

Os deputados Socialistas manifestaram-se preocupados e indignados com esta situação, posição com a qual se solidariza o presidente da Câmara, uma vez que a Unidade se encontra subaproveitada, com uma taxa de ocupação de 50 por cento. Os deputados socialistas tomaram conhecimento de que a ARS Norte tem criado algumas dificuldades burocráticas, esquecendo o facto de que esta Unidade já integrou a Rede de Cuidados Continuados durante quatro anos.

No final desta visita, os deputados socialistas desejaram que a Unidade “integre rapidamente a Rede de Cuidados Continuados com todas as valências” que lhe devem estar adstritas, evidenciando a necessidade de “materializar a vontade política manifestada em dezembro de 2017” com a publicação do mencionado despacho e apelando à ARS Norte celeridade na assinatura do protocolo e concretização do mesmo.

De referir que Cabeceiras de Basto foi contemplada, por aquele despacho, com a criação de 50 novas camas integradas na Rede Nacional de CuidadosContinuados Integrados. Para além das 11 camas atribuídas à Unidade de Internamento Pública de Cabeceiras de Basto, cujo protocolo, tal como já se disse, não foi ainda efetivado, a Régie Cooperativa Basto Vida já tem em funcionamento 30 camas na Unidade de Cuidados Continuados Integrados a Pessoas Dependentes de Média Duração e Reabilitação, enquanto que a Santa Casa da Misericórdia de S. Miguel de Refojos viu esta resposta alargada a mais 9 camas, já disponíveis, na sua Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Longa Duração e Manutenção.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll