Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Presidente da Câmara visita obras de construção das ETAR’s do Arco de Baúlhe e Refojos

Mais e melhor ambiente

4 de julho de 2018
Presidente da Câmara visita obras de construção das ETAR’s do Arco de Baúlhe e Refojos
O Presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, acompanhado do Vereador Pedro Sousa e do Presidente da Junta do Arco de Baúlhe e Vila Nune, Carlos Teixeira, visitou dia 3 de julho, as obras de construção da ETAR no Arco de Baúlhe, estação de tratamento que será totalmente renovada. De salientar que a obra é financiada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), Portugal 2020.
A obra designada ‘Construção de ETAR no limite das freguesias do Arco de Baúlhe e Basto’ visa a substituição da ETAR do Arco de Baúlhe no mesmo local da atual; a construção de uma estação elevatória que fará a ligação das redes da ETAR de Alvite e da ETAR de Basto que vão ser seladas; dotar novas zonas com rede de drenagem de águas residuais para servir mais 300 habitantes, designadamente desde a Portela, Alvite, até Olela, Basto e melhorar o nível de tratamento das mesmas.

Com a reabilitação da ETAR do Arco de Baúlhe, que é “imprescindível”, fica assegurado um adequado tratamento das águas residuais da vila do Arco de Baúlhe, o segundo maior polo urbano do concelho, mas também de parte das freguesias de Basto, Refojos e Alvite. As três redes de drenagem respeitantes às três ETAR’s atuais (Portela, Basto e Arco de Baúlhe) estão distanciadas por escassas centenas de metros, o que facilita a sua ligação e a existência de uma rede de drenagem única. Esta obra foi adjudicada por 901 mil euros, sendo a taxa de cofinanciamento de cerca de 65%.

O Presidente da Câmara visitou também, ontem, as obras de ampliação e remodelação da ETAR de Refojos, intervenção incluída na candidatura ‘Tratamento das Águas Residuais das Freguesias de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau) e Painzela’. Esta obra visa a integração das águas residuais que atualmente são tratadas na ETAR de S. Nicolau na bacia de drenagem da ETAR de Refojos e a ampliação desta unidade de tratamento. A ETAR de S. Nicolau será, entretanto, desativada. Está também prevista a execução de cerca de 3,8km de rede ao longo da EN205, permitindo a disponibilização do serviço para mais 625 pessoas. Esta obra de ampliação da rede implica ainda a construção de três estações elevatórias.

Esta obra foi adjudicada pelo valor global de 943 mil euros e é comparticipada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), Portugal 2020, em 85%.

Duas grandes obras que visam a melhoria e ampliação da rede de recolha e tratamento de efluentes, o que se traduzirá numa melhoria da qualidade ambiental e da qualidade de vida das populações.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll