Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Casa do Tempo

Casa do Tempo
A Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto, sob a marca Conhecer é Lembrar, abriu ao público no dia 2 de agosto de 2013.

Localizada junto ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, esta obra insere-se num projeto ambicioso de qualificação encetado pela Câmara Municipal há uns anos atrás, tendo em vista a regeneração urbana e ambiental do coração da vila cabeceirense, ligando a centenária Praça da República a zonas urbanas novas, criando espaços verdes, tratando as margens da ribeira de Penoutas e recuperando parte destas casas de caseiros.

Esta era uma obra há muito reivindicada pela população e pela própria Câmara Municipal que, após várias negociações e a aquisição de parte das devolutas casas, veio acelerar a requalificação daquela zona, viabilizando assim esta intervenção que representou mais um passo na dignificação e valorização não só do imponente Mosteiro de origem Beneditina, mas também da sua envolvente.

O equipamento municipal está disponível ao público, permitindo aos cabeceirenses e a quem nos visita, através do recurso às novas tecnologias de informação e comunicação, aceder à informação turística do concelho, mas também inteirar-se da dinâmica local registada nos diversos setores de atividade, assim como, conhecer as potencialidades que o concelho encerra, tornando-se assim, num verdadeiro centro interpretativo do concelho de Cabeceiras de Basto.

A Casa do Tempo é, por isso, um projeto integrado que tem em conta a riqueza patrimonial, a identidade e a matriz rural que caracteriza o concelho, que contribuirá seguramente para salvaguardar o património material e imaterial local e para dar a conhecer o dinamismo desta terra e das suas gentes.

Centro Interpretativo do concelho, vitrine da nossa história, usos, costumes, natureza, território e pessoas, a Casa do Tempo apresenta uma forte componente multimédia, que projeta as riquezas do território num futuro que se pretende seja marcado pela tecnologia e pela inovação ao serviço da população.

Mais informação no Facebook da Casa do Tempo...
 

Centro da UNESCO - Casa do Tempo

Centro UNESCO - Casa do Tempo
O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, e o presidente substituto da Comissão Nacional da UNESCO, Dr. Jorge Lobo de Mesquita, assinaram no dia 12 de junho, o protocolo que cria o Centro da UNESCO – Casa do Tempo.

Cabeceiras de Basto assume, assim, o compromisso de defender os valores da UNESCO num tempo em que nem sempre esses valores são colocados na linha da frente das preocupações dos governantes mas também dos governados.

O Centro UNESCO – Casa do Tempo tem como atribuições:
  • Colaborar ou cooperar com as instituições locais, regionais ou internacionais, nas ações e realizações que têm ligação com os objetivos da UNESCO, em particular com a Comissão Nacional da UNESCO (CNU);
  • Suscitar e encorajar a defesa dos valores proclamados pela UNESCO;
  • Contribuir para uma formação mais ativa e responsável que promova valores e atitudes, aptidões e comportamentos compatíveis com o desenvolvimento integral dos indivíduos;
  • Contribuir para a promoção do exercício de uma cidadania mais consciente e mais participativa em torno das questões da preservação da biodiversidade e das tradições a ela associadas;
  • Constituir-se parceiro da comunidade educativa na promoção da educação para todos, visando a inclusão social e a plena inserção e participação dos jovens na vida da comunidade, contribuindo desta forma para promover o desenvolvimento da região;
  • Desenvolver sempre que possível materiais pedagógicos potenciadores da cidadania e participação jovem;
  • Desenvolver programas de formação nas áreas da educação não formal;
  • Promover seminários, reuniões e exposições enquadráveis nos objetivos referidos.
Scroll