Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Câmara entrega material escolar e apoio para a aquisição dos livros

Educação é um setor prioritário para o Município

16 de setembro de 2013
Câmara Municipal entrega material escolar e apoio financeiro para a aquisição dos livros
O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng. Joaquim Barreto, entregou no dia 13 de setembro, a mais de 400 alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico, material escolar e apoios financeiros para a aquisição dos livros. Trata-se de um investimento municipal que ronda os 15 mil euros e que se insere no âmbito da Ação Social Escolar.
Acompanhado pelos presidentes das Juntas de Freguesia, pela diretora do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e pelo representante da Associações de Pais, entre outros agentes educativos do concelho, o autarca entregou os apoios às famílias com menores recursos financeiros, em três sessões que ocorreram no Arco de Baúlhe, em Cavez e na sede da vila cabeceirense.

Cadernos, apara-lápis, borracha, estojo, cola, régua, lápis de cor, tesoura, esferográficas, entre outros materiais, foram atribuídos com o intuito de apoiar os agregados familiares e contribuir, ao mesmo tempo, para o sucesso escolar das crianças.

Na oportunidade, o autarca salientou que a Câmara Municipal “gostaria de poder dar mais mas este é um esforço que fazemos” já que, até ao momento, não são conhecidos os montantes que o Governo vai disponibilizar para este setor.

Joaquim Barreto realçou que “mesmo assim e sem quaisquer garantias do Governo, decidimos continuar a apoiar as famílias”, assumindo por inteiro esta verba.

No final das sessões, Joaquim Barreto desejou “bom estudo” e sucessos escolares a todos os alunos.
A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, atenta às dificuldades que se vivem no país e aos reais problemas das pessoas, pretende continuar a criar condições para que as crianças e jovens deste concelho tenham acesso à educação.

Refira-se que, ao longo dos últimos anos, este tem sido um setor prioritário para o Município já que são investidos anualmente milhares de euros em transportes e refeições escolares, atividades de enriquecimento curricular, prolongamentos de horário e bolsas de estudo.
 

Adicionar comentário

Scroll