Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Centro de Teatro da Câmara Municipal acolhe Residência Artística

Iniciativa no âmbito do projeto internacional ‘P.I.G.S.’

28 de junho de 2013
Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto acolhe Residência Artística
Está a decorrer em Cabeceiras de Basto uma Residência Artística no Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB), uma iniciativa que surge no seguimento do projeto ‘P.I.G.S.’ (Portugal – Irlanda - Grécia – Espanha) – a nova produção internacional que está a ser preparada pelo Teatro ENTROPIA, uma companhia grega sediada em Atenas.
No passado dia 25 de junho, o grupo estrangeiro que está a trabalhar em Cabeceiras de Basto com o Centro de Teatro foi recebido no Salão Nobre dos Paços do Concelho pelo presidente da Câmara Municipal, Eng. Joaquim Barreto.

Na oportunidade, o autarca desejou a todos uma boa estadia no concelho, manifestando votos de sucesso para este projeto de cariz internacional que em outubro levará o CTCMCB à Grécia para participar numa performance coletiva onde se associarão outros países.

Com conceção e direção de Marilli Mastantoni, o projeto está a ser desenvolvido em território português em parceria com o Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e com o Teatro de Turim, em Lisboa, que são as entidades acolhedoras da residência artística em território nacional.

O projeto apoiado pela Fundação Europeia da Cultura e que está a ser desenvolvido por meio de pesquisas e residências artísticas em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Dinamarca culminará em Atenas, Grécia, no mês de outubro, com a performance ‘ Sotiria’ (Salvação).

Este percurso de investigação criativa pelos países acima referidos será concluído com a Conferência/Fórum Público Internacional designado ‘Occupy Fantasy’.

De referir que a sigla P.I.G.S (Portugal – Irlanda - Grécia – Espanha) foi sendo usada por analistas de títulos, círculos de investidores e analistas financeiros como uma forma concisa de referência para os países economicamente mais fracos da zona euro.

Ao utilizar esta sigla ‘P.I.G.S.’, o projeto pretende “levantar questões razoáveis sobre a maturidade da civilização política da Europa e abordá-las de uma forma lúdica e bem-humorada para investigar a atual crise financeira, política e social, debater os estereótipos do passado e refletir sobre a nossa visão para o futuro”.

O Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, onde se encontra a decorrer a Residência Artística, é um espaço de elevado nível de programação cultural e artística que tem vindo a aprofundar estudos e a universalizar a cultura rural, na procura de novas linguagens e confrontá-la com outros contextos contemporâneos, a partir da construção de propostas com enfoque especial nas gentes da terra e de efetivo valor participativo e simbólico para a comunidade.

De referir que a Residência Artística decorre no Centro de Teatro da Câmara Municipal até ao próximo dia 4 de julho, desenvolvendo-se em Lisboa entre os dias 5 e 7 de julho.

Adicionar comentário

Scroll