Conteúdo

«Sementes de Outono» para ver na Praça da República a 8 de dezembro

Espetáculo apresentado em quatro concelhos diferentes envolve 100 pessoas

29 de novembro de 2022
«Sementes de Outono» para ver na Praça da República a 8 de dezembro
O espetáculo colaborativo e multidisciplinar ´Sementes de Outono’ é o mais recente projeto do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB) que, em conjunto com outras quatro associações culturais de quatro concelhos da zona norte, está a levar à cena até dezembro. O trabalho é apresentado ao público Cabeceirense no próximo dia 8 de dezembro, 18h30, na Praça da República. A entrada é livre.
Com direção de Projecto Cardo, este espetáculo envolve cerca de 100 pessoas sendo apresentado em quatro concelhos diferentes.

‘Sementes de Outono’ é o resultado de uma reflexão coletiva sobre o que esta estação representa (ou deveria representar) no nosso ciclo natural. É um espetáculo colaborativo, criado e interpretado por cerca de 100 pessoas entre professores e alunos da Associação Cultural Tirsense, Buscapólos, Associação Cultural, Cardo-Amarelo Escola de Música Tradicional, Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e Lérias, Associação Cultural.

A primeira apresentação pública aconteceu no passado sábado, dia 26 de novembro, no Auditório da Caramonico, em Palaçoulo, Miranda do Douro. Na próxima quinta-feira, dia 1 de dezembro, ‘Sementes de Outono’ é apresentado no Auditório Municipal de Vila do Conde às 18h30, no dia 4 de dezembro, à mesma hora, na Fábrica de Santo Thyrso, em Santo Tirso, e no dia 8 de dezembro, às 18h30, na Praça da República em Cabeceiras de Basto.

De acordo com a sinopse: “Já fomos um, outrora. Homem – Natureza, numa relação tão próxima, tão íntima, como uma mão a enterrar-se na terra acabada de molhar. Precisamos voltar a sentir, sentir a TERRA-MÃE que nos alimenta, a TERRA-CASA que nos abriga. Sentir o doce canto dos nossos avós. Sentir que nada somos, se estamos sós. Voltar à terra é preciso. Urge. Porque senão, a casa deixa de proteger e a fome ganha força. Fecha-se o ciclo para nunca mais começar...”

Ficha Artística

Direcção e Produção
- Projecto Cardo
Direção Artística - Carmina Repas Gonçalves
Encenação - Roberto Moreira (CTCMCB)
Cenografia - Joana Veloso (CTCMCB) e Pedro Almeida (Lérias)
Figurinos - Joana Veloso
Design gráfico - Pedro Almeida
Desenho e operação de luz - Ângela Pinheiro
Técnico de som - Ricardo Torres e Daniel Santos
Criadores/Intérpretes - Amadeu Soares (Lérias) Antony Fernandes (Associação Cultural Tirsense), Daniela Leite Castro (Cardo-Amarelo), Joana Lopes (Lérias), Ricardo Santos (Buscapólos)
Participantes - alunos da Associação Cultural Tirsense, Buscapólos Associação Cultural, Cardo-Amarelo Escola de Música Tradicional, CTCMCB e Lérias Associação Cultural.
Apoios - Direção Geral das Artes, Câmara Municipal de Vila do Conde, Câmara Municipal de Santo Tirso, Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.

Adicionar comentário

Scroll