Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Formandas desafiadas a criar Doce Cabeceirense

Iniciativa integrada no programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’

26 de novembro de 2018
Formandas desafiadas a criar Doce Cabeceirense
O presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, acompanhado da vereadora da Cultura e do Turismo, Dra. Carla Lousada, participou na passada sexta-feira, dia 23 de novembro, na apresentação da iniciativa Doce Cabeceirense às formandas da Ação Modular Vida Ativa Emprego Qualificado de Pastelaria Conventual - Aperfeiçoamento, promovida pelo IEFP através do Centro de Emprego, com o objetivo de capacitar as formandas e inspirando-as para a criação de um futuro Doce Cabeceirense.
Estiveram também presentes na sessão João Abreu e Raquel Sampaio da Academia das Emoções.

Na oportunidade, foi apresentado, em traços gerais, o regulamento do concurso ‘Doce Cabeceirense’ que impõe como condição obrigatória a utilização de um ou mais produtos desta terra de Basto.

Na oportunidade, o presidente da Câmara incentivou as formandas a aplicar os ensinamentos deste curso na criação do Doce Cabeceirense, desafiando-as, apar o efeito, a inscreverem-se no concurso.

Integrada no programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’, a iniciativa ‘Doce Cabeceirense’ pretende aliar a memória de uma alimentação de afetos ao uso dos produtos da terra, reforçando e valorizando o que se fazia no núcleo familiar, principalmente pelos avós.

Pretende-se igualmente incentivar a inovação das pastelarias cabeceirenses bem como sensibilizar os agentes económicos e a população para a importância estratégica dos produtos endógenos, em especial o codorno, o mel, as ervas aromáticas, o vinho verde, as frutas e seus derivados, no contexto do desenvolvimento do território de Cabeceiras de Basto.

De referir que o Concurso Criativo para adaptação e/ou invenção de um Doce Cabeceirense que terminará no final de maio de 2019 será desenvolvido sob o comissariado de um crítico gastronómico e jornalista. O concurso contará igualmente com a colaboração da Escola de Hotelaria e Turismo do Porto/ Turismo de Portugal, da Escola Profissional AMAR TERRA VERDE, bem como do IEFP.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll