Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Secretária de Estado inaugurou novo Serviço de Atendimento Único/Espaço do Cidadão

Rerviço passa a estar disponível ao público em horário ininterrupto, das 09h00 às 17h00

2 de fevereiro de 2018
	Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa inaugurou novo Serviço de Atendimento Único/Espaço do Cidadão
Foi esta tarde, dia 2 de fevereiro, inaugurado no edifício dos Paços do Concelho o renovado Serviço de Atendimento Único - SAU/Espaço do Cidadão, uma cerimónia presidida pela Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca.
Para além dos ganhos ao nível da eficiência, eficácia e até mesmo do conforto e da comodidade do SAU/Espaço do Cidadão, a novidade é que este serviço passa a estar disponível ao público em horário ininterrupto, das 09h00 às 17h00, estando aberto, por isso, na hora do almoço.

Depois de descerrada a placa alusiva à efeméride, na entrada principal da Câmara Municipal, a comitiva visitou as novas instalações e a cerimónia prosseguiu no Salão Nobre, onde usaram da palavra a Secretária de Estado, o presidente da Câmara de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves e o presidente da Assembleia Municipal, Joaquim Barreto.

Mostrando a sua satisfação por estar em Cabeceiras de Basto e elogiando o estado de conservação do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, onde funcionam serviços da Câmara Municipal, a Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa realçou que “a abertura deste espaço que hoje inauguramos - Serviço de Atendimento Único - SAU/Espaço do Cidadão - é exatamente aquilo que o Governo pretende fazer ao nível da modernização administrativa: a concentração de serviços num único local e de fácil acesso”, o que permite “mais e melhores condições” de atendimento aos munícipes.

“Hoje em dia precisamos de prestar melhores serviços às pessoas, não só aos munícipes, mas também para quem trabalha nos serviços públicos”, considerou Graça Fonseca, afiançando que “ao longo destes dois anos temos procurado alargar esta rede de Espaços do Cidadão territorialmente, inclusivamente nas freguesias, que se traduzem numa “resposta para esta necessidade de proximidade e para a possibilidade de agregar num único local vários serviços públicos”.

Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal começou por afirmar que “o Nosso Mosteiro é o bem maior do nosso concelho e das Terras de Basto por aquilo que representa na história de Portugal, da região, da nossa terra e das suas gentes”.

Salientando a preocupação de continuar a salvaguardar e a valorizar o NOSSO MOSTEIRO, Francisco Alves falou da requalificação do piso térreo da ala poente do Mosteiro, onde a partir de hoje o Serviço de Atendimento Único, incluindo a Tesouraria e o Espaço do Cidadão, se apresentam com um novo visual, proporcionando maior comodidade e conforto a quem lá trabalha, mas também aos munícipes que ali recorrem, a par do investimento que decorre, neste momento, de substituição das coberturas da ala nascente e de toda a igreja e da recuperação da antiga livraria beneditina, “prova a vontade do Município de reforçar o Mosteiro como ex-libris de excelência das Terras de Basto”, disse.

O autarca anunciou, para breve, uma nova empreitada para a reabilitação da fachada principal da igreja e das torres. “Todas estas obras financiadas pelo Norte 2020, através do FEDER, que aliadas a um vasto programa cultural, também financiado pelo mesmo programa, e que se desenvolverá a partir de agora até julho de 2019, representam um investimento na ordem dos dois milhões de euros”.

Simultaneamente está a ser preparada uma nova candidatura para a beneficiação de portas, janelas e tetos dos Paços do Concelho para reforço e melhoria da eficiência energética do edifício. E continuou: “porque sabemos que a nossa missão é servir os munícipes, hoje, ao concluirmos a obra de reabilitação do novo espaço de atendimento único/Espaço do Cidadão, dizemos que vivemos um momento histórico para o concelho”.

“Temos a certeza de que estas novas instalações, aliadas a novas formas de trabalhar, garantem melhores serviços aos munícipes. O Espaço do Cidadão significa inovação e garantia de respostas de qualidade”, sublinhou o presidente da Câmara, explicando que este espaço renovado, “representa um investimento muito próximo dos 400 mil euros, financiado pelo NORTE 2020 – FEDER, em 223 mil euros, o que representa também um esforço muito significativo do orçamento municipal que suportou cerca de 177 mil euros”.

Francisco Alves agradeceu a todos quantos estiveram envolvidos, direta e indiretamente, na concretização deste projeto de renovação do Serviço de Atendimento Único - SAU/Espaço do Cidadão.

E finalizou: “temos razões para comemorar esta realização. Temos consciência que estamos no bom caminho, apostando na requalificação do Nosso Mosteiro e na melhoria dos serviços”.

Por seu turno, o presidente da Assembleia Municipal, Joaquim Barreto, disse sentir-se “reconfortado por verificar que a Câmara Municipal tem procurado não só intervir no Mosteiro mas também, numa parceria de proximidade com o Estado, procurando que essa intervenção se alargue até à Igreja do Mosteiro”, património “que muito nos honra e orgulha e que estimamos muito”, disse.

Joaquim Barreto afirmou que “recuperar, reativar e beneficiar o património” é dar-lhe “uma nova utilidade de grande importância para o bem-estar das populações”.

De acordo com as suas palavras, “o Governo, através da Secretaria de Estado, tem procurado aproximar os cidadãos do serviço público, servindo da melhor forma e com mais eficácia os cidadãos”. Joaquim Barreto elogiou, ainda, a parceria da Agência da Modernização Administrativa com as Câmaras Municipais, parceria essa que tem permitido “resolver os problemas às pessoas”.

Nesta cerimónia marcaram presença vereadores, presidentes de Junta de Freguesia, membros da Assembleia Municipal e demais autarcas das freguesias, o presidente da Câmara Municipal de Mondim de Basto, autoridades militares, dirigentes dos serviços desconcentrados do estado, responsáveis pela execução do projeto e obra, entre outros convidados e público em geral.

No rés-do-chão do edifício dos Paços do Concelho foram assim criadas as condições para a instalação de um novo Serviço Único de Atendimento/Espaço do Cidadão de acordo com a tipologia definida pela Agência de Modernização Administrativa, eliminando barreiras arquitetónicas e permitindo acessibilidade para todos e ainda, no âmbito da eficiência energética, melhorando as condições térmicas e de iluminação.

As obras de ‘Remodelação do Piso Térreo da Ala Poente dos Paços do Concelho de Cabeceiras de Basto’ foram objeto de uma candidatura designada ‘Município Mais’, apresentada ao Aviso nº NORTE-50-2016-12 - Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos, Programa Norte 2020. O projeto, com um investimento global de 380 mil euros foi financiado por fundos comunitários, através do FEDER, no montante de 223 mil euros.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll