Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Câmara Municipal apela aos munícipes para uso racional da água

Município tem feito esforço humano e financeiro no sentido de procurar minimizar os efeitos da falta de água

2017-10-31
Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto apela aos munícipes para uso racional da água
Portugal vive atualmente uma situação de seca extrema. Atenta e preocupada com esta situação, a Câmara Municipal adotou já desde o ano passado um conjunto de medidas tendo em vista o uso racional da água, antecipando-se assim às recentes diretrizes do Governo em termos da poupança de água a nível nacional, designadamente no que toca à redução dos consumos urbanos, regas, lavagens de passeios e outros, utilização de piscinas, entre outras utilizações.
Há muitos municípios que estão com problemas de falta de água. No que toca a Cabeceiras de Basto, a Câmara Municipal tem feito um significativo esforço humano e financeiro no sentido de procurar minimizar os efeitos da falta de água que acarretam transtornos às populações.

Dada a situação de seca severa e os problemas pontuais de falta de água em alguns pontos do nosso concelho, a Câmara Municipal volta, assim, a apelar a toda a população para o consumo moderado da água, um bem essencial à vida.

Em maio último a Câmara Municipal comprou camião cisterna para transporte de água potável com uma capacidade de 10 mil litros, um investimento financeiro que rondou os 50 mil euros e que permite colmatar a falhas de água que possam ocorrer. Com a aquisição desta viatura, o Município de Cabeceiras de Basto tornou-se pioneiro nesta região, podendo suprir autonomamente dificuldades pontuais de abastecimento público.

As iniciativas de reforço e manutenção das captações e a beneficiação dos reservatórios e adutoras inserem-se no esforço de modernização permanente dos sistemas de abastecimento de água potável, nos quais a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto tem promovido forte investimento em todas as freguesias.

A Câmara Municipal vai continuar a investir no setor da água, garantindo a máxima qualidade da água abastecida às populações e minimizando, em simultâneo, as consequências de seca ou seca extrema.

Desde o último ano até à presente data, na melhoria dos sistemas de captação de água em todas as freguesias, na beneficiação e reparação dos reservatórios de abastecimento de água, a Câmara Municipal investiu já cerca de 350 mil euros em resultado da forte aposta neste setor vital, o que se traduziu na melhoria da prestação do serviço de abastecimento de água.

Perante as medidas definidas pelo Governo em termos do uso racional da água, medidas essas que deverão ser adotadas por todos os Municípios, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto volta a apelar aos Cabeceirenses para utilizarem cuidadosamente a água, cujo uso sustentável deve ser uma preocupação permanente.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll