Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

III Seminário Internacional encerra com visita guiada ao Mosteiro de S. Miguel

Francisco Alves faz balanço muito positivo deste III Seminário Internacional

2017-06-09
III Seminário Internacional encerra com visita guiada ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos
Cento e vinte pessoas participaram ontem e hoje, dias 8 e 9 de junho, no III Seminário Internacional intitulado «‘Ora et Labora’ em Refojos de Basto: Espacialidades, Materialidades, Espiritualidades» que decorreu na Casa do Tempo e que contou, na sessão de encerramento, com a intervenção do presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves.
Organizado pelo Município de Cabeceiras de Basto e pelo CITCEM/FLUP – Centro de Investigação Transdisciplinar ‘Cultura, Espaço e Memória’/Faculdade de Letras da Universidade do Porto, o III Seminário Internacional culminou com uma visita guiada ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos – ex-líbris de Cabeceiras de Basto – na qual participaram oradores e participantes deste terceiro seminário.

Na sua intervenção, o autarca Francisco Alves, fazendo um balanço muito positivo deste III Seminário Internacional disse estar certo de que “foram dois dias de trabalho que contribuíram para que todos nós possamos, hoje, sair daqui mais ricos, naquilo que é o conhecimento da vivência dos Beneditinos e, consequentemente, da vida e organização das comunidades onde se inseriam, como foi o caso de Cabeceiras de Basto”.

O Nosso Mosteiro – o Mosteiro de S. Miguel de Refojos –“ é em toda a sua dimensão um bem para toda a humanidade que queremos preservar com integridade e autenticidade para as gerações vindouras”, afirmou o presidente da Câmara, garantindo que a Câmara tem promovido anualmente estes encontros tendo em vista “o aprofundamento do seu conhecimento que nos permita promover corretamente a sua salvaguarda, defesa, valorização e divulgação”. E sublinhou: “iniciámos este Seminário ontem com a assinatura do memorando de entendimento entre a Direção Regional da Cultura e seis Municípios que têm em comum o facto de possuírem monumentos beneditinos de elevada relevância patrimonial, histórica e cultural. A partir do compromisso que assumimos ontem, vamos trabalhar, em conjunto, para a criação de Rede de Mosteiros e Paisagens Beneditinas e consequentemente na candidatura destes à Lista Indicativa do Património Cultural da Humanidade”.

A finalizar a sua intervenção, Francisco Alves deixou palavras de profundo agradecimento aos oradores e participantes, à Comissão Organizadora e à Comissão Científica, aos colaboradores da Câmara Municipal, ao CITCEM e seus ilustres investigadores que partilharam os seus conhecimentos e saberes com o numeroso público presente neste III Seminário Internacional. Deixou igualmente uma palavra de agradecimento ao Centro de Teatro da Câmara Municipal pela excelente peça que criaram a partir da regra beneditina e da alegoria presente no quadro da ceia do abade e dos monges, imagem de marca deste seminário.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll