Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Presidente da Câmara entregou 14 mil euros de apoios ao fomento da produção pecuária

Promover a fixação, o rejuvenescimento e a dinamização da atividade e o incremento das condições de produtividade

2017-05-11
Presidente da Câmara entregou 14 mil euros de apoios ao fomento da produção pecuária
O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, entregou hoje ao final da tarde, dia 11 de maio, 127 subsídios destinados ao fomento da produção pecuária, apoios estes que perfazem um montante global de 13.798 euros. No total foram subsidiados 5.305 animais, dos quais 2.094 cabeças de gado bovino, 1.877 de gado caprino, 1.256 de gado ovino e 78 suínos.
A entrega dos apoios foi efetuada ao abrigo do art.º 7º do Regulamento Municipal de Apoio Financeiro Destinado ao Fomento da Produção Pecuária, sendo que as candidaturas apresentadas referem-se ao efetivo pecuário no ano de 2016, um apoio que tem caráter anual.

Acompanharam o presidente da Câmara nesta cerimónia os vereadores Alfredo Magalhães e Prof. Mário Leite, bem como os presidentes e representantes das Juntas de Freguesia.

A ruralidade é uma marca distintiva do concelho de Cabeceiras de Basto, onde a agropecuária tem um peso muito significativo. O apoio financeiro dado pela Câmara Municipal à produção pecuária justifica-se, assim, pela notória insustentabilidade financeira a que a agropecuária está voltada face aos elevados custos associados à produção desta importante atividade, assente na pequena exploração de natureza familiar.

Note-se que a insustentabilidade financeira pode contribuir para que sejam negligenciadas algumas responsabilidades em termos de saúde pública animal e contribuir para o desaparecimento da atividade. Por isso e para tentar combater estas dificuldades e também o despovoamento do interior, a Câmara Municipal apoia a produção pecuária, potenciando-se, assim, ganhos económicos e sociais para o concelho, promovendo-se o emprego e a sustentabilidade ambiental.

A concessão de apoio aos produtores, para além de promover a fixação, o rejuvenescimento e a dinamização da atividade económica local, permitirá o incremento das condições de produtividade, quer em qualidade, quer em quantidade, na medida em que os custos de exploração serão atenuados, encontrando-se tal medida plenamente justificada no âmbito das atribuições autárquicas.

O regulamento estabelece a atribuição do valor anual de 5 euros por cada cabeça de gado bovino, 2,50 euros por suínos e 1 euro por cada cabeça de ovinos e caprinos.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll