Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Câmara Municipal aprova projeto para reformulação do Serviço de Atendimento Único

Deliberações da última reunião do Executivo Municipal

2017-03-17
Câmara Municipal aprova projeto para reformulação do Serviço de Atendimento Único
O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua reunião do dia 10 de março, o ‘Projeto de Execução da Remodelação do Piso Térreo da ala poente dos Paços do Concelho de Cabeceiras de Basto’, onde estão atualmente instalados os serviços da Polícia Municipal e o Serviço de Atendimento Único (SAU) da Câmara Municipal.
As obras de recuperação e remodelação de parte do piso térreo criar condições para a instalação de um Balcão Único de Atendimento/Espaço do Cidadão de acordo com a tipologia definida pela Agência de Modernização Administrativa, eliminando barreiras arquitetónicas e permitindo acessibilidade para todos e, no âmbito da eficiência energética, melhorando as condições térmicas e de iluminação.

Considerando a relevância e valor patrimonial do edifício do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, o projeto foi executado com a supervisão da Direção Regional da Cultura do Norte, sendo a execução da obra acompanhada e monitorizada pelos mesmos serviços e contará também com acompanhamento arqueológico.

De referir que foi apresentada uma candidatura ao Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020), mais concretamente ao Aviso Nº Norte-50-2016-12 – ‘Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos’ para esta obra que se estima tenha um valor global de investimento de 370 mil euros com uma comparticipação FEDER de 60%.

Este é mais um projeto de valorização do Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Note-se que a Câmara Municipal tem vindo a investir desde há largos anos na conservação e restauro do Mosteiro, designadamente, no órgão de tubos, coro alto, telhados, claustros, núcleo museológico de arte sacra na antiga sacristia, entre muitas outras intervenções, como os trabalhos de conservação e restauro dos quatro altares da nave da Igreja e dos dois púlpitos, sendo seu objetivo continuar a trabalhar no sentido de preservar O Nosso Mosteiro Beneditino, ex-líbris do concelho Cabeceirense.

De destacar, ainda, que a Câmara Municipal viu aprovada, em agosto de 2016, mais uma candidatura de 2 milhões de euros designada ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’ para a afirmação do património histórico-cultural como produto turístico de afirmação do território de Cabeceiras de Basto na oferta turística da região, candidatura que prevê a concretização de projetos e diversos estudos, que visam, entre outras, a execução de obras de beneficiação das coberturas da Igreja e da ala nascente do Mosteiro, reabilitação de vãos e pinturas das fachadas e a conservação e restauro da fachada principal da Igreja e torres sineiras.

Adicionar comentário

Null
Cabeceiras
Yahoo! Weather
  • Null
  • Null
  • Null
  • Null
Scroll