Bem-vindo/a a Cabeceiras de Basto

Conteúdo

Pedraça

Junta de Freguesia

João Luís Mouta Magalhães
Presidente da Junta: João Luís Mouta Magalhães (IPC)
Secretário: Joaquim Leite Teixeira (IPC)
Tesoureiro: Vânia Carina Fernandes Queirós (IPC)

Assembleia de Freguesia
Presidente: Carlos Bruno P. O. Magalhães (IPC)
1º Secretário: Rita da Conceição M. Oliveira (IPC)
2º Secretário: Andreia C. M. Oliveira (IPC)
1º Vogal: Arminda Maria Teixeira Monteiro Leite Andrade (PS)
2º Vogal: Joaquim Monteiro de Magalhães (PSD/PPD - CDS-PP)
3º Vogal: José Barroso Dourado (PS)
4º Vogal: Margarida Maria de Oliveira Teixeira (PS)
 
Torre Sineira da Igreja Paroquial de Pedraça
Torre Sineira da Igreja Paroquial de Pedraça
Pedraça com uma área de 12,49 Km2 e 760 habitantes (censos 2011), é uma freguesia encaixada na orla Ocidental de Cabeceiras. Separada pelo Rio Tâmega do concelho de Mondim de Basto e pelo rio Peio das suas congéneres de Basto (Sta. Senhorinha) e Arco de Baúlhe e Vila Nune, a freguesia é também ladeada por Cavez e Riodouro. Pouco acidentada, é uma terra fértil onde a abundância de água propicia uma remota ocupação agrícola, persistindo testemunhos arqueológico da presença de povos desde, pelo menos, o primeiro milénio antes de Cristo (Idade do Ferro do Nordeste Peninsular).

Designada por “Pedraços” nas “Inquirições” de 1258, esta freguesia regista a existência de duas capelas em Pedraça, dedicadas a Stª Bárbara e S. Gonçalo.

Diz a tradição que, junto à Casa de Pedraça, existe uma espécie de “picadeiro” que teria sido utilizado por D. Nuno Álvares Pereira, que casou com D. Leonor de Alvim e ali passou as núpcias. A Casa do Paço, valiosa pela sua toponímia, a casa de Parada, ao gosto “brasileiro”, as casas do barão de Basto e de paço de Vila, fazem parte da arquitetura habitacional mais proeminente.

A Igreja Matriz, o cruzeiro, as alminhas da Ponte de Tábuas e a Ponte Romana da Pontinha são também locais de interesse cultural e edificado. O miradouro de Santa Bárbara e o lugar de Águas Santas, constituem igualmente locais de interesse turístico a assinalar.

Das festas e romarias destaca-se Santa Marinha, Santa Bárbara e S. Gonçalo.

A agricultura, de que se destaca o cultivo do linho, a construção civil e a serração de madeiras constituem as principais fontes de riqueza desta freguesia.
Scroll